Artigo

Massajar o bebé

A massagem é um ato de amor e uma forma maravilhosa de fortalecer os laços afetivos entre a mãe e o bebé e promover um desenvolvimento mais saudável. Saiba como pode relaxar ou ajudar o recém-nascido a aliviar o desconforto causado pelas cólicas.

Escrito por: Paula Braga

Massajar o bebé tem benefícios para a sua saúde, porque acalma e relaxa, logo reduz a sua ansiedade; melhora o tónus muscular do bebé; estimula as hormonas do crescimento e a produção de endorfinas que provocam uma sensação de bem-estar geral; alivia alguns desconfortos das cólicas e ajuda a regular os padrões de sono. O contacto pele a pele tão defendido hoje em dia é, no momento da massagem, potenciado ao máximo. A massagem é também a oportunidade perfeita para conhecer melhor o seu bebé, fortalecer o vínculo mãe-filho e transmitir-lhe felicidade.

Apesar da fragilidade dos recém-nascidos, pode iniciar um ritual de massagem com o seu bebé desde o início, mas é necessário ter muito cuidado e ir progredindo no tempo da massagem. O bebé começa a desfrutar mais da massagem a partir das seis semanas de idade, quando começa a interagir mais, o contacto visual aumenta e o tempo juntos é de maior qualidade. Até então, mãe e bebé estão a viver um reboliço de emoções e de mudanças de rotinas. Os primeiros tempos do bebé em casa são muito agitados, especialmente para a mãe. Quando as visitas serenarem e as novas rotinas estejam definidas, a mãe tem todo o tempo para se dedicar ao seu bebé com qualidade e tranquilidade.

Está mais do que provado que o toque transmite amor ao bebé e ajuda-o a acalmar, a relaxar, bem como à mãe. Estes momentos únicos a dois aumentam também a confiança da cuidadora em lidar e em manusear com o bebé, em conhecê-lo melhor, o que é muito benéfico de futuro. Sempre que possa promova este tempo de bem-estar e de estimulação sensorial ao bebé. Não há dúvida que estas experiências contribuem para o desenvolvimento feliz do bebé e da mãe que ao testemunhar a satisfação do seu filho, aumenta naturalmente a sua autoconfiança.

Para ajudá-la a massajar com segurança o seu bebé, deixamos algumas dicas básicas para saber por onde e como começar, tanto no caso de uma massagem de relaxe, como na massagem para apaziguar as cólicas intestinais do bebé.

Dicas Básicas

  1. Escolha um momento em que o bebé esteja tranquilo. Normalmente, a seguir ao banho é uma boa opção. Não massaje se comeu há pouco tempo, se estiver doente ou se levou uma vacina recentemente.
  2. Prepare tudo o que necessita, como toalha ou colchão; fralda limpa; roupa; óleo de amêndoas doces para que as mãos da mãe deslizem suavemente, sem atrito.
  3. Escolha um local seguro e confortável, onde a temperatura esteja quente e a iluminação seja fraca. Se preferir coloque uma música ambiente. É importante que converse com o bebé de forma calma.
  4. Se o bebé for recém-nascido, antes das seis semanas, ele sente-se mais seguro se estiver mais protegido, com mais roupa e próximo da mãe. Neste caso, a massagem deve ser muito curta e mais localizada.

 Massagem de relaxe passo a passo

  1. Depois de deitar o bebé de costas num espaço confortável, a mãe deve esfregar as mãos com o óleo de amêndoas doces para aquecê-las e deslizarem melhor, sem causar atrito.
  2. Comece por massajar suavemente o pescoço e os ombros do bebé. Seguir depois vagarosamente para os braços e desça até à mãozinha do bebé. Abra-a com o seu polegar e massaje dedo a dedo com o seu indicador e polegar. Faça círculos contínuos nas palmas da mão do bebé e termine com beijinhos em cada mão.
  3. Passe para a barriga do bebé e massaje muito delicadamente no sentido dos ponteiros do relógio, para ajudá-lo a aliviar o ar que se mantêm nos intestinos.
  4. Deslize depois para as pernas e siga das virilhas ao tornozelo num movimento meio circulante, variando entre uma mão e outra. Termine com a massagem do pé desde o calcanhar em direção aos dedos e vice-versa. Estique cada dedo suavemente. Também é aconselhável rodar cada pé devagarinho algumas vezes seguidas.
  5. Se o bebé for muito pequenino, segure-o contra o peito, e com a mão livre realize movimentos de vai e vem transversais e de cima para baixo nas costas do bebé. Utilize as pontas dos dedos para fazer pequenos círculos em toda a superfície das costas muito suavemente. Para finalizar acaricie só as costas do bebé e tranquilize-o.
  6. Por fim, vire novamente o bebé, dê-lhe miminhos, e de barriga para cima pode acariciar a testa do bebé, partindo do meio em direção às têmporas. Passe delicadamente o seu polegar sobre as sobrancelhas e depois com os dois polegares passe ao longo do nariz até às bochechas. Desenhe um ‘bigode’ com os seus polegares sobre o lábio superior e depois inferior. No final beije carinhosamente o bebé e ele está pronto para ser amamentado e dormir tranquilamente. O resultado é um bebé satisfeito e descontraído.

Massagem para as cólicas passo a passo

  1. Depois de deitar o bebé de costas confortavelmente e de espalhar o óleo de amêndoas doces nas suas mãos e aquecê-las, pouse as palmas das suas mãos sobre a zona abdominal do bebé durante alguns segundos. O calor ajuda a relaxar os intestinos e a libertar o ar.
  2. Com as palmas das suas mãos abertas, deslize de cima para baixo e da direita para a esquerda, com uma mão seguida da outra.
  3. Segure nas pernas do bebé pelos tornozelos, dobre-as suavemente e, com os joelhos juntos, pressione-os contra a barriga de forma delicada. Mantenha essa pressão aproximadamente durante cinco segundos. Volte a baixar as pernas e repita pelo menos cinco vezes.
  4. Agarre as pernas do bebé e faça movimentos de ‘pedalada’, de forma intercalada. Repita este movimento cinco vezes seguidas e depois volte a descansar as pernas.
  5. Com a mão esquerda faça um movimento circular completo à volta do umbigo, sempre no sentido dos ponteiros do relógio. Faça círculos à volta da barriga do bebé continuamente e de forma delicada para estimular o sistema digestivo.
  6. Por fim, o bebé está pronto! Por certo, mais calmo, com menos tensão muscular e menos distensão abdominal.

 


Newsletter

Receba dicas e conheça novos testemunhos todos os meses.

O seu endereço de e-mail

Data prevista para o parto

 

Siga-nos

Faça parte desta comunidade.


Com o patrocínio de: