Artigo

40 semanas de gravidez

O bebé está pronto para nascer. Todos os músculos, nervos, órgãos e ossos limitam-se agora a amadurecer, preparando-se para o parto. Se o parto não ocorrer antes das 42 semanas, o bebé será considerado “pós-termo”, devendo a mãe ser alvo de um exame na 41ª semana de gravidez, para saber se a placenta continua a funcionar corretamente.

Com a revisão de: Dra. Marcela Forjaz, Ginecologista-Obstetra.

O bebé atingiu o fim do seu crescimento no útero, medindo agora 50 cm e pesando 2300 g.

O lanugo que cobria o feto já quase desapareceu, restando apenas alguns vestígios nos ombros e na parte superior do dorso. A sua pele está agora rosada e macia, e o seu cabelo verdadeiro sedoso. O mecónio que se acumulou nos intestinos com a deglutição de líquido amniótico será eliminado nas primeiras fezes depois do nascimento.

O cérebro do bebé desenvolveu-se a um ritmo extraordinário durante os nove meses de gravidez e continuará a complexificar-se nos anos que se seguem ao nascimento.

Dica para a mãe

Disfrute dos últimos dias com serenidade. Aproveite para descansar, reservando tempo para um banho relaxante, que a ajude a repousar e a sentir os movimentos do bebé. É provável que o parto ocorra durante esta semana.

Há alguns sinais, típicos da evolução normal da gravidez, que indicam que o parto está para breve. Entre estes, a ocorrência de contrações intensas e regulares, de cinco em cinco minutos, durante pelo menos uma ou duas horas; e a rotura da bolsa de águas, com a saída de líquido amniótico de cor transparente.

Mesmo sem contrações, a rotura da bolsa de águas é motivo para ir para a maternidade. No entanto, deve fazê-lo com tranquilidade, depois de se alimentar adequadamente.

 

Newsletter

Receba dicas e conheça novos testemunhos todos os meses.

O seu endereço de e-mail

Data prevista para o parto

 

Siga-nos

Faça parte desta comunidade.


Com o patrocínio de: